The most beautiful place we've been so far!

August 28, 2016

(Português no fim)
After Fraser Island we went to The Town of 1770. We stayed on Captain Cook Holiday Village, a simple camping site set in the middle of a beautiful conservation park. The weather got warmer and we had an excellent day at Agnes Water beach, our first beach day in Australia and our first encounter with the many stinger warning signs that make you think twice before approaching the water…but hey, it is not jelly fish season. 
After 2 nights there we kept heading north towards Airlie Beach with a 1 night stop in the most weird camping site  so far. A mix of residents, construction workers and lost tourists like us. It was just one night but enough for us to be seriously attacked by sand flies. We left the following day with lots of souvenirs on our skins and (has we found out later) in our motorhome. Airlie Beach is a costal village where the main attraction is the Whitsunday Islands, one of the most beautiful places on earth! It was not easy to find a way to go there because most  of the  boats don't take small kids! Safety reasons we thought, but no! Apparently if there’s  alcohol involved kids are not  allowed… its more like party boats than relaxed sailing on the islands. We sent a lot of e-mails and called several places, the only option for a few nights on board was a private boat. They didn't give us 90% discount so that was not an option at all,  LOL!  We conformed ourselves to a one day trip, but once again only a few would take kids. We went with Ocean Rafting, by chance, they were the first ones to reply our e-mail, were very friendly and easy to deal with so  we booked for the next day. Things started very well with the only sunny day of the 3 we spent in Airlie Beach. After being picked up in our camping site and a short check-in procedure we boarded a rescue raft type of boat with enough horse power to get us to the island in 45 minutes. Just a few minutes after leaving the marina we stopped and turned off the engines. We are in the middle of whale season and 2 humpback whales passed just a few meters from us. We had never seen any whales and it’s not easy to describe it but the size and the noise are incredibly imposing. Francisco went from being very eager to see them to uncomfortable with being so close to them. After that we stopped for some snorkeling. The visibility wasn’t great but the corals were one of the best we’ve seen ever. No grey dead coral spots here. We then continued to Whitsunday Island. This is one of the most photographed beaches on earth and the expectations were high. We could tell you a lot about it but you better look at the photos…stunning. We didn’t know but Ocean Rafting is the only company licensed to anchor the boats on the Hill Inlet Estuary so we were privileged to be there for a long time with not so many people. A big area of very shallow water, just us and a few sting rays. It made us want to spend there a few days…
At the end of the day, back on the boat returning to Airlie Beach, we stopped again for 4 more whales, this time not so close but still exciting.
Back at the camping site, as before, the experience is a lot about your neighbours. Just next to us, the lapyear.com family! With kids the same age as Francisco and Teresa and a lot of good stories to tell about their year turing Australia on a caravan. It was a pity that we couldn’t hang out for longer. We will miss this family!
It was time to leave and continue our journey up north…
*******
Depois de Fraser Island continuamos  para norte e fomos para a cidade de 1770. O parque onde ficamos, Captain Cook Holiday Village, era muito simples e no meio de uma reserva natural muito bonita. O tempo começa a ficar mais quente e fomos pela primeira vez à praia na Austrália em Agnes Water onde tivemos o primeiro encontro com os vários avisos sobre os perigos das agressivas alforrecas que costumam andar por estas zonas. Embora não seja a época delas faz-nos pensar duas vezes antes de entrar na água.
Depois de 2 noites em 1770 seguimos viagem em direção a Airlie Beach com uma paragem no meio para dormir no parque de campismo mais esquisito em que ficamos até ao momento. Uma mistura de campistas residentes, trabalhadores de alguma obra das redondezas e turistas perdidos como nós. Foi apenas uma noite mas suficiente para sermos fuzilados por sand flies. Lá seguimos na manha seguinte com muitas marcas na pele e, como viemos a descobrir mais tarde, com alguns insectos na barraca (um dos vários nomes da caravana).
Airlie Beach é uma pequena cidade no litoral onde o maior interesse são as ilhas que tem à frente, as Whitsunday Islands, um dos sítios mais bonitos do mundo!! Visitar estas ilhas acabou por não ser tao fácil como pensávamos porque a maior parte dos barcos não aceita miúdos.  Achamos que era por razoes de segurança mas nada disso! Aparentemente, se ha álcool no barco crianças não podem ir (!) quase todos os barcos são uma festa ambulante que visita as ilhas.
depois de muitos emails e telefonemas, a única opção de fazer um passeio de 1 ou 2 noites no barco seria um barco privado. Como não conseguimos negociar um desconto de 90% deixamos essa ideia de lado, LOL!
Tivemos que nos ‘conformar’ com uma visita durante o dia mas ainda assim nem todos s barcos aceitavam crianças. Fomos com a Ocean Rafting, por casualidade, já que foram os primeiros a responder aos nossos emails e tudo foi fácil de tratar com eles. Marcamos para o dia seguinte.  o dia começou a prometer coisas boas, foi o único dia dos 3 que estivemos em Airlie Beach que esteve sol e calor.
Vieram-nos buscar logo de manha e depois de um curto ‘check-in’ já estávamos a embarcar num barco pequeno mas com potência suficiente para nos levar à ilha em 45 minutos. Poucos minutos depois de deixar a marina o barco parou e desligaram-se os motores. Estamos no meio da época de baleias e duas ‘humpback whales’ passaram a poucos metros do barco. Nunca tínhamos visto baleias e não é fácil de descrever, mas o barulho e o tamanho intimidam. O Francisco passou rapidamente de ansioso e contente por ver baleias a nervoso de as ter tão perto. Depois disto a primeira paragem foi para fazer snorkeling. A visibilidade não era muito boa mas os corais eram dos melhores que já vimos. Sao poucos os sítios, como este, onde não se vê nenhuma mancha cinzenta de coral morto. De volta ao barco fomos para Whitsunday Island. Esta é uma das praias mais fotografadas do mundo e as expectativas eram altas. Podíamos tentar contar muitas coisas sobre este sitio, mas mais vale verem as fotos…único! Na altura não sabíamos mas a Ocean Rafting é a única empresa com licença para ancorar os barcos no Hill Inlet, o estuário do ’rio’, por isso tivemos o privilegio de estar por lá muito tempo e com pouca gente. Uma enorme área de agua pouco funda, só nós e algumas raias. Apetecia lá passar alguns dias…
No fim do dia, de regresso a Airlie Beach, voltamos a parar o barco para mais 4 baleias que desta vez não passaram tao perto (ainda assim é sempre um acontecimento).
No parque de campismo, como sempre, a experiência depende muito dos vizinhos que nos calham. Mesmo ao nosso lado, a família lapyear.com ! Com filhos da idade do Francisco e da Teresa e com muitas histórias para contar sobre a volta à Australia em caravana que estão a fazer, foi pena não termos tido mais tempo para conversar. Vamos ter saudades desta familia!

Chegou a hora de partir para seguir viagem para norte…

You Might Also Like

1 Brilliant Thought

  1. Que experiências maravilhosas! E essas águas, que delícia! <3 beijinhos

    ReplyDelete